Está em... Entrada

Artigos

Estabelecimentos de assistência criados pela Misericórdia de Vila Real (século XX)

Apesar de o Hospital da Divina Providência, nos séculos XIX e XX, constituir o instituto por excelência da Misericórdia de Vila Real, a verdade é que a Santa Casa, no século XX, criou ou acolheu outros estabelecimentos de assistência, de forma a responder a situações de carência ou de exigência social, numa primeira fase, no âmbito dos objectivos da reforma da assistência estabelecidos pelo Estado Novo, através do decreto-lei n.º 27 610, de 1 de Abril de 1937, de acordo com a doutrina da Constituição Portuguesa de 1933, e da reestruturação da assistência no distrito de Vila Real efectuada pelo seu governador civil, Assis Gonçalves; numa segunda fase, por força da legislação produzida pelo Estado nas últimas duas décadas, sem esquecermos que, em 1990, a Misericórdia obteve o estatuto legal de Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS).

Assim, em 1937, criou a Escola de Artes e Ofícios; em 1940, o Lar-Escola Florinhas da Neve; em 1987, o Lar da Imaculada Conceição e o Creche e Jardim de Infância; em 1989, o CATL – Centro Actividades Tempos Livres; em 1992, o Lar Juvenil; em 2003, o Lar Hotel; em 2008, a Unidade de Cuidados Contínuos Integrados; e em 2009, o Refeitório Social.

 

CCDRN  ON2  FEDER   CEPESE